Cabines pequenas, espaço apertado, comida cujo as opção não são muito variadas … Aí só de pensar já começa a dor de cabeça, mas calma! A gente preparou um pequeno manual de dicas para suportar longos voos, milagres para minimizar o desconforto não existem, mas algumas dicas ajudam e começam antes do embarque. Então, vamos lá!

 

 

Resultado de imagem para voo longo
1- Vá com roupas confortáveis
Nada pior do que ficar com roupas apertadas por muito tempo. Prefira roupas de fibras naturais, como algodão.

 

2- Atenção ao sono
Remédios para induzir o sono não são uma boa opção pois você pode se sentir indisposto ao longo do dia. Travesseiro para o pescoço é uma ótima opção pois facilita o conforto e você se sente mais relaxado.

 

3- Procure se entreter
Leve um livro, prepare uma boa playlist ou assista um filme. O tempo passa bem mais rápido quando estamos distraídos.

 

4- Alongue-se e caminhe
Ficar muito tempo sem se movimentar aumenta o risco de embolia e trombose. Alguns pacientes apresentaram esse quadro depois de longos voos, os médicos chamam de Síndrome da Classe Econômica pois quem a desenvolve quase sempre viajou na área mais apertada da aeronave. A ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil)  estabeleceu um selo com as classificações de espaço entre assentos nas aeronaves das companhias aéreas brasileiras, para aumentar a circulação do sangue e minimizar risco.

Está pensando em encarar uma viajar sozinho? Então confira aqui 10 dicas básicas que vão te ajudar.

 

Resultado de imagem para traveler

 

 

1- Para não ficar no tédio

Não esqueça de levar um livro ou Ipod. . No meio de um passeio e outro, um pouco de literatura pode te ajudar a não se sentir tão sozinho e um dos melhores remédios para a solidão é uma boa trilha sonora.

2- Procure conhecer pessoas novas

Hospede-se em um hostel. Grande parte das pessoas que escolhe esse tipo de hospedagem também está viajando sozinha, é super propício para amizades.

3- Saia da sua zona de conforto

Viajar sozinho dá a oportunidade de fazer o que você quiser, quando você bem entender.

4- Minta 

Não confie em todo mundo, infelizmente nem todas as pessoas podem chegar até você com boas intenções. Nem todo mundo precisa saber que você está viajando sozinho. Diga para as pessoas que você vai encontrar com amigos ou familiares. Em alguns países, pode ajudar ter uma aliança de mentirinha no dedo caso ache necessário.

5- Leve só o essencial 

Não exagere na hora de fazer a mala. Leve somente o que importa! Você não precisa ficar arrastando um mala gigantesca pra onde quer que vá.

 

6- Teste o idioma

Viajar sozinho é uma boa opção para quem quer testar outro idioma. Para uma primeira viagem isso pode parecer um pouco assustador, mas você será obrigado a falar a língua do país de destino, o que nem sempre acontece quando você está acompanhada.

 

7- Coloque seus gastos na ponta do lápis

É fundamental em uma viagem qualquer, mas estando sozinho, não vai haver nenhum amigo para fazer aquele empréstimo bacana. Por isso, faça os cálculos antes e seja disciplinado no gastos.

 

8- Use a tecnologia a seu favor

Mapas, horários, endereços, imagens, leitura, música, entretenimento, além, claro de fazer ligações!Verifique que o celular esteja habilitado e funcionando bem, procure conexões wi-fi e faça dele seu melhor amigo.

 

9- Estude o destino

Informar-se é fundamental. Procure dicas em revistas, sites e blogs, como esse, que podem auxiliá-lo na escolha do destino e do roteiro. O lado bom de estar sozinho é que você pode fazer aquilo que mais gosta.

 

10- Kit Sobrevivência

Protetor solar, band-aid, remédios básicos, produtos de higiene pessoal… Tudo isso faz parte do kit e economiza tempo e dinheiro caso sinta alguma dor ou incômodo.

 

 

 

 

O site Insider realizou uma pesquisa destacando os países ideias para criar uma família. Os pontos principais analisados na pesquisa foram: saúde, segurança, dinheiro e qualidade de vida. Confira agora um ranking com os 05 melhores países para se viver.
 

01- Finlândia
 

A Finlândia é considerada um dos países mais seguros para se morar onde as taxas de roubos de carro, assaltos a casas e comércio são muito baixas e taxas de assaltos a mão armada e sequestros são simplesmente inexistentes.02- Republica Checa

 

Resultado de imagem para finlandia
02- Republica Tcheca

 

A República Tcheca é um país muito seguro e Praga, consequentemente, é uma cidade muito segura. Por incrível que pareça ainda é possível andar sem medo pelas ruas (com cuidado, é claro), passear à noite, ver crianças brincando na rua, usar o transporte público tranquilamente a qualquer horário do dia e da noite.

 

Imagem relacionada

 
03- Israel
 
Um dos fatores que dá muita tranquilidade é o setor de saúde do país. Lá, não importa o que você tenha ou qual sua situação financeira, você será atendido imediatamente, sobretudo em situações de emergência. Não existe falta de vaga, nem material.

 

Resultado de imagem para israel

 

04- Áustria
 
A Áustria tem muito para oferecer, desde a qualidade ambiental à experiência do país e das pessoas, passando pelo riquíssimo património cultural. Da combinação do elevado nível de segurança, das óptimas possibilidades para compras e ocupação de tempos livres, assim como do bom nível de vida e do seu moderado custo resulta uma qualidade de vida muito apreciada por todos.

 

Resultado de imagem para austria

 

 

05- Suécia

A Suécia é um dos líderes mundiais em termos de igualdade. Tem políticas igualitárias que buscam  assegurar que homens e mulheres tenham os mesmos direitos, oportunidades e obrigações em toda e qualquer área da vida.

 

Resultado de imagem para suécia

 

 

No leste do Mar Adriático, Zadar é uma cidade que historicamente passou por muitos diversos impérios: gregos, romanos, húngaros, otomanos, austríacos… Hoje, completamente reconstruída, tornou-se referência no turismo e apresenta em suas ruas incríveis atrações turísticas. Uma delas é o Órgão do Mar, ou “morske orgulje”, foi construído em 2005 pelo arquiteto croata Nikola Basic.  A água e o vento passam através de orifícios no inferior dos degraus, onde são canalizados para câmeras de ressonância. O som das câmaras saem através de orifícios ao longo dos degraus mais elevados.

 

O Órgão toca a música do Adriático e apresenta um espetáculo contínuo e sem fim.

 

Com esse friozinho que vem fazendo na melhor do que um bom vinho, agora imagina um parque completamente dedicado a bebida. Em Bordeaux, na França, isso é possível. Além da cidade ser a segunda maior produtora de vinho do mundo agora a cidade oferece um parque se chama La Cité du Vin. Com cerca de 20 áreas temáticas o parque disponibiliza diversas atrações que vão desde a historia da bebida até a sua comercialização.

 

 

oyzl4a1x

 

 

O ingresso custa cerca de EUR 20,00 e pode ser comprado no próprio site e dá direito a uma taça de vinho.
 

cadastre-se e receba a nossa newsletter

* = campo obrigatório

Quer viajar conosco?

Entre em contato

Rio de Janeiro
Avenida Nossa Senhora de Copacabana 330
Salas 607 e 608 - Copacabana
Tel: +55 21 3442-3240